Património.pt

31 Mai 2016 

G.I.E.H.A. – Grupo Informal de Estudos em História da cialis 50 mg tablets Arte - um novo grupo de estudos para os interessados em História da Arte

 

Inserido no ARTIS - Instituto de História da Arte da Faculdade de buy levitra at a discount Letras da Universidade de Lisboa, o G.I.E.H.A. diz respeito a um Grupo Informal de Estudos em História da Arte fundado em Dezembro de 2015 por três alunos da Faculdade de Letras. Tiago Rodrigues, aluno do www.kompetenznetzwerk-gb.de primeiro ano do mestrado em Arte, Património e viagra federal express Teoria do Restauro; Hugo Ratão, aluno do terceiro ano da licenciatura em História da Arte; e Ana Rita Pereira, aluna do segundo ano da licenciatura em História da Arte. Meses depois, juntaram-se a eles os alunos do terceiro ano da licenciatura em História da Arte da mesma faculdade, Cátia Reis e Paulo Marques.

Quando o intangível se sobrepõe ao tangível

 

Nos últimos tempos assistimos a um aumento de abrangências na área do património por parte da UNESCO. Passámos de patrimónios móveis e imóveis, a patrimónios naturais e recentemente intangíveis, nutrindo o conceito de património de um conjunto de http://www.cjswansonart.com/mail-online-order-propecia elementos complexos como: cultura, identidade e memória, por exemplo. Tornou-se evidente que não só a UNESCO, mas também as várias entidades de cada país que se dedicam à salvaguarda do património, estão agora preocupadas com a proteção e incorporação de elementos intangíveis.


Carta aberta da ARP - Associação Profissional de Conservadores-Restauradores de Portugal

 

A ARP fundada em 1995, membro da canada viagra buy E.C.C.O. (European Confederation of Conservator-Restore Associations) desde 2001 e que desde 2007 integra a Secção dos Museus da Conservação e Restauro e do Património Imaterial no Conselho Nacional da Cultura (SMUCRI) vem, no seguimento das notícias que têm vindo a público sobre o restauro efectuado num conjunto de esculturas do cialis softtabs Santuário da Nossa Senhora das Preces, em Oliveira do Hospital, clarificar a correcta atribuição e utilização do título profissional de Conservador-restaurador, bem como, a sua missão no contexto da intervenção em Património Cultural.

18 Out 2012 

A iluminação dos Monumentos e a Valorização dos Centros Históricos

 

Considerando que o paradigma do urbanismo contemporâneo se centra na conservação da cidade antiga e viagra generic cheap fast das infra-estruturas existentes, bem como, no alcance permanente de uma maior sustentabilidade ambiental e na redução da pegada ecológica dos sistemas urbanos, afigura-se legitima a reflexão em torno de uma questão inúmeras vezes descurada pelas autarquias e entidades da administração directa do estado, que se prende com a necessidade de melhoria da iluminação dos monumentos e dos centros históricos das cidades Portuguesas. 

Speaker's Corner

 

Este é o espaço dos nossos leitores, quer sejam ou não da área do património: opiniões fundamentadas e pertinentes para a partilha com todos e sempre assinadas.
Envie-nos a sua reflexão identificada com nome, local e data para Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar. .

Colunistas

Rubricas diárias +

05 Jul 2017 |

“Esplendor na Relva” – Ciclo de order genuine viagra online consultation cinema em Monserrate

Durante os quatro primeiros fins-de-semana de Julho, os jardins do Palácio de Monserrate vão receber 12 obras-primas da história do cinema.

VER +

28 Jun 2017 |

 

Beja na rua

De 16 de Junho a 15 de Julho, Beja recebe o festival de artes na rua. 

VER +

14 Jun 2017 |

 

Observatório de Turismo Sustentável no Alentejo


No dia 1 Junho, em Évora, foi assinado o memorando para a criação do Observatório de Turismo Sustentável no Alentejo.

VER +

07 Jun 2017 |

Douro acolhe encontro internacional sobre sustentabilidade dos sítios UNESCO

 

Na primeira semana de Junho, O Alto Douro Vinhateiro recebe o “World Generation Week”.

VER +

Veja também +

21 Set 2012 |


100 Anos de Património: os filmes
Por ocasião da Exposição de 100 Anos de Património, produziram-se 6 filmes que retratam a história da evolução do conceito patrimonial até aos nossos dias, mas também as dinâmicas das instituições e http://euro2008tvschedule.info/buy-generic-levitra-from-india das acções da sociedade civil que lhe deram forma.

Sendo importantes documentos visuais e tendo passado bastante desapercebidos por link for you viagra cialis cheap ocasião da Exposição de 2010, em estreita parceria com a DGPC recuperamo-los aqui para que todos os possam conhecer.

E se os Museus fossem feitos pelas comunidades? O trabalho singular de Santiago do Cacém

 

O concelho alentejano de buy propecia international pharmacy Santiago do Cacém tem vindo a desenvolver um trabalho muitíssimo singular no que diz respeito às práticas museológicas, de preservação da memória e de construção de futuro colectivo: os três projectos, Museu Municipal Santiago do Cacém, Museu do the best site cheap viagra from canada Trabalho Rural de Abela e Museu da Farinha, aqui apresentados sob a forma de reportagem, são exemplo dessa convicção profunda que o património preserva-se, divulga-se, cria-se, em primeiro lugar, com a população local.

Tags +

Videos

Lançamento do livro “A Casa Senhorial em Portugal”

 

"A Casa Senhorial em Portugal" é o resultado de we recommend cialis iop uma encomenda da Associação Portuguesa das Casas Antigas (APCA) ao investigador Hélder Carita - um dos mais notáveis estudiosos e historiadores da Arquitectura Civil Portuguesa -, sobre mais de duzentas casas senhoriais distribuídas pelo território português.

VER +

Fábrica de Chocalhos Pardalinho e we deliver to canada viagra a distinção da arte chocalheira como Património Imaterial da Humanidade

 

A patrimonio.pt esteve em Alcáçovas para visitar a Chocalhos Pardalinho: uma fábrica a laborar desde 1913, altura em que treze famílias da freguesia se dedicavam à produção dos chocalhos.

VER +

 

® Spira 2012 | design e implementação: ideia, designers __|__ Conteúdos redigidos de acordo com a antiga ortografia excepto no caso de artigos de autor nos quais os autores são livres de optar.