Património.pt

Editorial

 

Twitter é património

 

Plataforma de comunicação de âmbito mundial e especialmente levada a sério nos Estados Unidos, Reino Unido, Canadá, Austrália e Brasil, tanto por instituições, personalidades, como pelo cidadão comum, permanece, em Portugal, de uso restrito: políticos, personalidades e instituições que recebem visitantes nacionais e estrangeiros recorrem ao twitter num universo com cerca de 300 mil utilizadores.

 

Perante este contexto, a Spira entra no Twitter elegendo o português como língua oficial: fazêmo-lo porque acreditamos não somente que esta ferramenta comunicacional tradicionalmente consistente, oportuna e criticamente válida crescerá no nosso país, como fazêmo-lo porque gostaríamos de contribuir activamente para esse propósito.

 

O que nos propomos é tão simplesmente, nos 140 caracteres que nos são dados em cada tweet e, sempre que possível, com videos, fotografias e links associados, partilhar um pouco da visão da Spira sobre o património português.

 

Achamos que a partilha dessa visão poderá ser válida por diversos motivos: 

  • • porque temos oportunidade de conhecer muitos projectos ligados ao património cultural, tanto cá dentro, como lá fora;
  • • porque consumimos muito e de forma muito variada manifestações de Cultura, motivados pelo deleite mas sempre com um olhar igualmente crítico;
  • • porque nos interessam as mecânicas sustentáveis, quer seja nesta área concreta do património cultural, quer seja noutras com as quais podemos aprender a pensar e fazer melhor;
  • • porque temos como grande motivação a possibilidade de ver os nossos concidadãos portugueses a consumir património como se fôra algo de perfeitamente banal nas suas opções de lazer;
  • • porque trabalhamos nesta área há largos anos, não somente com desenvolvimento teórico de abordagens mas, sobretudo, com muita prática;
  • • porque somos uma empresa privada que acredita muitíssimo na importância de haver diferentes olhares sobre a gestão, a disponibilização e a fruição do património cultural português;
  • • e porque, estranhamente, trabalhamos diariamente com crianças, levando-as a experimentar este recurso interminável, recolhendo apreciações cruas, directas e quase sempre muitíssimo oportunas destes pequenos cidadãos: para nós, muito do futuro do sector passa por aqui.

 

 

O que nos propomos assim no Twitter da Spira é pois partilhar algumas dessas experiências, acreditando que poderão ser úteis a colegas, a parceiros, a cidadãos do nosso país que como nós, sejam totalmente fãs do património de Portugal.

 

 


Catarina Valença Gonçalves

 


 

 

Share

Comentar


Colunistas

Rubricas diárias +

26 Maio 2017 |


The Best In Europe: Alentejo 2017


O Alentejo foi distinguido pela Lonely Planet como um dos 10 destinos a visitar em 2017.

VER +

 Maio 2017 |

 



Museu de Leiria distinguido com prémio

 


A cerimónia anual dos prémios do European Museum Forum distinguiu o Museu de Leiria com o Silletto Prize.

VER +

19 Maio 2017 |


4.º Fórum Internacional do Património Arquitectónico Portugal/Brasil

 

Nos dias 25 e 26 de maio de 2017, poderá assistir ao 4.º Fórum Internacional do Património Arquitectónico Portugal / Brasil, decorrer no Mosteiro do Pombeiro, monumento que integra a Rota do Românico.

 

VER +

18 Maio 2017 |


3.º Simpósio de Arqueologia Virtual – Évora



Na próxima Sexta-Feira, 19 de Maio, decorrerá em Évora o 3.º Simpósio de Arqueologia Virtual.

VER +

Veja também +

Fundação Rei Afonso Henriques - entre Portugal e Espanha

 

A patrimonio.pt foi conhecer a Fundação Rei Afonso Henriques pelo seu secretário-geral José Luís Prada - a única fundação que tem como missão a aproximação cultural entre Portugal e Espanha. Com sede na cidade de Zamora, a Fundação promove iniciativas ligadas à divulgação do património cultural do Vale do Douro, à identidade do românico na região de Castela e Leão, entre outros projectos, sempre interligando os territórios abrangidos por ambos os países.

21 Set 2012 |


Natália Correia Guedes: O património do lado da Cultura (IPPC, 1979-84)

Foi com grande abertura que Natália Correia Guedes acedeu ao convite da patrimonio.pt para ser a primeira numa série de entrevistas aos vários presidentes das instituições com a tutela patrimonial em Portugal.
Mais de trinta anos após a sua passagem pelos destinos do IPPC, demonstra um continuado interesse pelos assuntos do património, dos museus, das bibliotecas e dos arquivos. Assertiva nas suas convicções e orgulhosa do trabalho levado a cabo aquando da fundação do IPPC, revelou-se porém céptica em relação ao actual curso da gestão patrimonial e particularmente apreensiva com o desperdício de recursos humanos que se verifica actualmente neste sector.

Tags +

Videos

Lançamento do livro “A Casa Senhorial em Portugal”

 

"A Casa Senhorial em Portugal" é o resultado de uma encomenda da Associação Portuguesa das Casas Antigas (APCA) ao investigador Hélder Carita - um dos mais notáveis estudiosos e historiadores da Arquitectura Civil Portuguesa -, sobre mais de duzentas casas senhoriais distribuídas pelo território português.

VER +

Fábrica de Chocalhos Pardalinho e a distinção da arte chocalheira como Património Imaterial da Humanidade

 

A patrimonio.pt esteve em Alcáçovas para visitar a Chocalhos Pardalinho: uma fábrica a laborar desde 1913, altura em que treze famílias da freguesia se dedicavam à produção dos chocalhos.

VER +

 

® Spira 2012 | design e implementação: ideia, designers __|__ Conteúdos redigidos de acordo com a antiga ortografia excepto no caso de artigos de autor nos quais os autores são livres de optar.