Património.pt

Lançamento do livro “A Casa Senhorial em Portugal”

 

"A Casa Senhorial em Portugal" é o resultado de uma encomenda da Associação Portuguesa das Casas Antigas (APCA) ao investigador Hélder Carita - um dos mais notáveis estudiosos e historiadores da Arquitectura Civil Portuguesa -, sobre mais de duzentas casas senhoriais distribuídas pelo território português.

 

O livro, que teve como propósito celebrar os 30 anos da Associação, acabou por ser um longo empreendimento de estudo e recolha, mas também de criação de um notável repositório fotográfico da autoria de António Homem Cardoso: a investigação levada a cabo demonstra assim, escrita e fotograficamente, a evolução da casa civil portuguesa no que diz respeito aos seus modelos, tipologias, programas interiores e equipamentos.

 

A patrimonio.pt esteve no lançamento desta obra, no passado dia 18 de Dezembro no Palácio Fronteira, e entrevistou alguns dos principais intervenientes na sua concretização.

 

 

 

« COM CREDENCIAIS

 

 

Share

Comentar


Colunistas

Rubricas diárias +

26 Maio 2017 |


The Best In Europe: Alentejo 2017


O Alentejo foi distinguido pela Lonely Planet como um dos 10 destinos a visitar em 2017.

VER +

 Maio 2017 |

 



Museu de Leiria distinguido com prémio

 


A cerimónia anual dos prémios do European Museum Forum distinguiu o Museu de Leiria com o Silletto Prize.

VER +

19 Maio 2017 |


4.º Fórum Internacional do Património Arquitectónico Portugal/Brasil

 

Nos dias 25 e 26 de maio de 2017, poderá assistir ao 4.º Fórum Internacional do Património Arquitectónico Portugal / Brasil, decorrer no Mosteiro do Pombeiro, monumento que integra a Rota do Românico.

 

VER +

18 Maio 2017 |


3.º Simpósio de Arqueologia Virtual – Évora



Na próxima Sexta-Feira, 19 de Maio, decorrerá em Évora o 3.º Simpósio de Arqueologia Virtual.

VER +

Veja também +

O que Aprendi - Fernando Barbosa e a Arte do Côa

 

A patrimonio.pt publica hoje o vídeo "O que Aprendi - Fernando Barbosa e a Arte do Côa" - um vídeo no qual Fernando Barbosa, desenhador que vem documentando a Arte do Côa há já quase 20 anos, executa um trabalho de Arqueologia Experimental, recriando um motivo de arte rupestre paleolítico discutindo ainda o que esta experiência lhe ensinou. 

26 Mai | Pedro Manuel-Cardoso

Capa: Belém visto do Padrão dos Descobrimentos (Fotografia retirada de: http://en.wikipedia.org/wiki/Belém_(Lisbon)

Debates: Coches, Sintra, Évora, Eixo Belém CCB, Miró e outros

 

O PROBLEMA

O Debate mais uma vez resvala para a lógica de cada um dos lados.
Nos Debates continua a ser impossível conciliar e equilibrar os objetivos do Interesse Privado (aumento do lucro e sua distribuição por um grupo restrito) com os objetivos do Interesse Público (concretizar o direito de todos ao Património do Estado que pertence a Portugal e aos cidadãos).
Tenho referido várias vezes que a dificuldade está na conciliação. E que é fácil fazer a apologia de cada um dos lados.
Esses dois lados existem e coabitam todo e qualquer País, Cultura ou Nação. São componentes constitutivos da matriz antropológica do fazer humano. Razão pela qual é impossível a um excluir o outro, apesar das ideologias de cada lado desejarem essa diluição facciosa.

Tags +

Videos

Lançamento do livro “A Casa Senhorial em Portugal”

 

"A Casa Senhorial em Portugal" é o resultado de uma encomenda da Associação Portuguesa das Casas Antigas (APCA) ao investigador Hélder Carita - um dos mais notáveis estudiosos e historiadores da Arquitectura Civil Portuguesa -, sobre mais de duzentas casas senhoriais distribuídas pelo território português.

VER +

Fábrica de Chocalhos Pardalinho e a distinção da arte chocalheira como Património Imaterial da Humanidade

 

A patrimonio.pt esteve em Alcáçovas para visitar a Chocalhos Pardalinho: uma fábrica a laborar desde 1913, altura em que treze famílias da freguesia se dedicavam à produção dos chocalhos.

VER +

 

® Spira 2012 | design e implementação: ideia, designers __|__ Conteúdos redigidos de acordo com a antiga ortografia excepto no caso de artigos de autor nos quais os autores são livres de optar.